ABRIR participa do Primeiro Encontro Mundial do Ensino de Português

O I Encontro Mundial do Ensino de Português I EMEP foi realizado em Miami, Flórida, entre os dias 2 e 5 de maio de 2012 e teve a participação da Abrir, como nos conta Kenya Silva.

O I EMEP contou com a participação de organizações brasileiras sediadas em onze países, entre eles os Estados Unidos, o Japão e a Inglaterra.

O encontro criou uma oportunidade para apresentação de projetos e troca de experiências sobre o Ensino de Português como Língua Estrangeira (PLE) e como Língua de Herança (PLH) no Brasil e em outras partes do mundo.

Além de promover a possibilidade de criação de parcerias, o encontro ajudou as organizações participantes a conhecerem as particularidades e desafios dos projetos de ensino de português desenvolvidos em várias partes do mundo. Um dos projetos de destaque foi o Movimento Educacionista do Brasil, idealizado pelo senador Cristovam Buarque.

Novos programas de apoio

A TV Globo Internacional anunciou o lançamento do projeto Aprendendo Português, cujo objetivo é apoiar instituições de ensino de Língua Portuguesa no exterior através da oferta de material educativo e didático.

O BB Money Transfers lançou o Programa de Apoio ao Ensino de Português (PAEP). Através do PAEP, dez organizações brasileiras nos Estados Unidos foram agraciadas com uma doação de US$ 5,000 cada para facilitar o desenvolvimento de suas atividades.

Estas iniciativas são importantes, pois, apesar dos diferentes tamanhos e infraestrutura das organizações de Ensino da Língua Portuguesa no exterior, todas compartilham ainda a necessidade do trabalho de voluntários e de eventuais parcerias com a iniciativa privada para desenvolvimento de seus projetos.

Representantes do Reino Unido

A Abrir, o BrEACC e o Clube dos Brasileirinhos representaram as iniciativas educacionais para o Ensino de Português como Língua de Herança.

Uma carta de reivindicações, produzida em conjunto com as iniciativas de Ensino de Português do Reino Unido, foi apresentada durante este encontro com o objetivo de evidenciar as demandas da comunidade brasileira deste país na área de cultura e educação.

Ao apresentar a carta de reivindicações, a Abrir salientou a necessidade de reconhecimento e valorização dos profissionais de educação que já atuam no exterior para o desenvolvimento de cursos e materiais que fomentem a formação e o desenvolvimento de profissionais, assim como, fomentem o ensino da Língua Portuguesa conforme a necessidade de cada país.

A Abrir espera que eventos como o I EMEP contribuam para que autoridades governamentais no Brasil e no exterior se sensibilizem com as necessidades educacionais dos cidadãos brasileiros e seus filhos que vivem fora do país.

A Abrir espera também que os programas de iniciativa privada, tais como os citados acima, se estendam a comunidade brasileira do Reino Unido em breve.

Agradecimentos

A Abrir agradece a AOTP pela organização de um evento de tanta importância e à PMM por ter possibilitado sua participação.

Anúncios

Publicado em 16/05/2012, em Notícias ABRIR. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s