Mais uma contação bilíngue de histórias em escola inglesa

Por Sylvia Roesch

Dallas Primary School

Dallas Primary School

A ABRIR e o Itamaraty (Consulado -Geral do Brasil em Londres) apoiaram mais uma Contação de História. Sessenta crianças do 5º ano da Dallas Road Primary School em Lancaster, Inglaterra, participaram do evento no dia 22 de abril de 2013. Sylvia Roesch nos conta como foi sua experiência no Clube de Português fundado por Sue Tyson-Ward 

O envolvimento das crianças

A contação de “O mistério da mesa arranhadateve participação ativa das crianças, as quais foram perguntadas ao longo a história no sobre quem estaria arranhando a mesa da mãe. Os suspeitos foram sendo aos poucos eliminados, reafirmando o quê aparece na história: o jacaré não poderia ter sido porque vive no rio, a onça tampouco porque vive na floresta, etc. Após ter sido revelado o culpado, passamos a debater as razões para o crime. Um menino imediatamente acertou, mas este fato não impediu as outras crianças de buscarem razões alternativas. A mais engraçada foi apresentada por uma menina que declarou enfaticamente que o pássaro era na verdade uma fêmea, que estava grávida, e que por isso estaria comendo a mesa.

A solução do problema foi a seguir debatida pelas crianças. Alguns queriam manter o pássaro (no seu papel de animal de estimação) e sugeriram trazer pedaços de madeira para prevenir que ele continuasse a arranhar os móveis. Outros sugeriram libertar o pássaro, enquanto outros contra-argumentaram que se solto, o pássaro poderia ser alvejado ou capturado. Então, eu perguntei: libertar ou manter o pássaro em casa? Para este dilema, apareceu uma solução conciliatória: soltar o pássaro, mas deixar a janela aberta para que ele possa voltar, se quiser. Enfim, as crianças gostaram muito de serem envolvidas.

Sobre a contação bilíngue

Durante a sessão de perguntas e respostas, uma das crianças indagou se eu estava apreensiva em contar a história num idioma que a platéia não compreende. Respondi que sim, e aproveitei para perguntar se tinham gostado de assistir a contação bilíngue. Todos responderam positivamente, Na verdade, eu observei que ao iniciar a contação em português, as crianças a princípio se ficaram surpresas e algumas mostraram sinais de impaciência. Entretanto, à medida que ouviram a versão em inglês e que entenderam o conteúdo da história, chegou-se a um momento em que as crianças passaram a apreciar também os sons da língua portuguesa. Este é um processo que identifiquei em outras experiências de contação de histórias de forma bilíngue. É possível que esta técnica – assim como qualquer outra que associe um momento lúdico a um idioma desconhecido – venha a desenvolver a curiosidade e, talvez, a simpatia da plateia com o novo idioma.

Como organizar uma contação de história em sua escola

A Abrir terá grande prazer em visitar a escola de seus filhos.

Envie-nos um email para info@abrir.org.uk e solicite nossa visita.

Anúncios

Publicado em 01/06/2013, em Ensino de Português. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Kenya Silva

    Adorei os comentarios sobre a discussao do livro. Deu vontade de ler rs. Grande abraco!
    Kenya

Comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s